Conforme a publicidade nas redes sociais e mecanismos de busca ganhou espaço, muitos anunciantes sentiram que talvez fosse a hora de migrar os seus investimentos do OOH para a internet. 

Porém, hoje conseguimos ver (e mensurar!) que esse não foi o caso: os anúncios publicitários de rua seguem em crescimento no Brasil (e no mundo também).

Por quê? Bom, o primeiro ponto tem muito a ver com a digitalização do inventário. As telas conectadas e inteligentes, como as da Mobees, chegaram para transformar o OOH e trazer novas possibilidades para alcançar o público certo.

Já o segundo motivo é muito mais simples e menos tecnológico: o OOH não desapareceu pelo simples motivo de que fazer uma campanha de marketing nesse canal ainda funciona muito bem, obrigado. Inclusive para aquelas marcas cuja maior parte das vendas vêm do seu site! Nós temos dados (sempre) e podemos provar. Olha só!  

Vamos falar sobre dados: a pesquisa sobre OOH da Nielsen

Como é tradição, a empresa de pesquisas Nielsen fez em 2019 a sua já famosa pesquisa "Out of Home Advertising Study", que avaliou o comportamento do consumidor de anúncios publicitários de rua no mercado estadunidense.

Segundo o relatório gerado pela própria empresa, 66% dos usuários de smartphones tiveram algum tipo de reação após ver um OOH. E, em 33% dos entrevistados, essa reação foi pesquisar mais informações sobre o assunto da campanha de marketing que tinham visto.

Calma que fica melhor!

Temos ainda a informação de que 23% desses entrevistados visitaram o site de uma marca depois de serem impactados por anúncios publicitários em mídia exterior. Já 15% deles acessaram as redes sociais da marca, em busca de mais informações.

Sabe o nome disso? Conversão! Direto do OOH para um acesso interessado nos seus produtos e serviços.

O digital invade os anúncios publicitários de rua 

Quer mais evidências do poder do OOH de levar o público até o seu site ou outros meios de comunicação? Bom, quando os gigantes dos anúncios publicitários na internet também apostam no OOH, é porque o caminho só pode estar certo, não é mesmo?

Também no ano de 2019, os gigantes do mercado digital aumentaram em 24% os seus investimentos em OOH. Aliás, essa foi uma mudança que deu para sentir (e para ver!) nas grandes cidades brasileiras, onde anúncios publicitários de empresas como a Uber, o Google e o Spotify, entre outras, se espalharam ao longo do ano e de diferentes campanhas. 

Robson, um case a ser relembrado

Se você ainda está duvidando se os dados coletados na pesquisa da Nielsen se aplicam ao Brasil, vale resgatar um case brasileiro que já mostrava que o OOH tinha toda a capacidade para invadir o digital há anos. Mais precisamente, desde 2016!

O nome da campanha foi "A vida de Robson", criada e veiculada pela própria Associação Brasileira de Out of Home nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. A campanha contava fatos corriqueiros sobre um personagem fictício, o Robson. Porém, as mensagens engraçadas e a realidade que a mensagem passava gerou uma identificação imediata com o público.

O resultado não podia ser outro: ela bombou nas redes sociais. Apenas no Twitter, "A vida de Robson" teve mais de 110 mil menções. A página da campanha no Facebook ganhou mais de 27 mil seguidores em algumas horas, todos dispostos a entender mais sobre o Robson e sobre porque essas mensagens estavam espalhadas por toda a cidade. Alguns posts da campanha chegaram a 2000 compartilhamentos!

O público espontaneamente começou, inclusive, a publicar fotos com as mensagens da Vida de Robson. E o mais impressionante: outras marcas embarcaram no buzz da campanha e produziram suas próprias versões da Vida de Robson.

Segundo as medições da própria instituição, 36% dos impactados com a campanha comentaram sobre ela com os amigos, 85% deles acharam que os anúncios publicitários chamaram a atenção e 78% ficaram com vontade de saber mais. Com isso, o objetivo da ABOOH se cumpriu: a instituição conseguiu provar que é possível invadir a internet com uma boa campanha de OOH.

Como surfar na onda da conversão

Bom, uma coisa nós entendemos neste artigo: naturalmente, anúncios publicitários de mídia exterior, quando interessantes e impactantes, tendem a fazer com que o público espontaneamente pesquise pelo seu produto. Na maioria das vezes, essa pesquisa é feita até mesmo nos seus canais de comunicação proprietários.

Mas, se você pretende estimular isso ainda mais, existem diversas possibilidades (mesmo!) para levar a audiência da sua campanha de marketing nas ruas para o mundo online. Uma delas, por exemplo, é divulgar uma hashtag forte e interessante, que estimule o compartilhamento e a reprodução nas redes sociais.

Outras duas opções mais simples, porém efetivas, são a veiculação de cupons ou QR Codes no seu OOH. O cupom atrai o público porque oferece uma vantagem na compra. Já o QR Code leva direto pra página onde você gostaria que esse usuário aterrisasse. 

Por fim, e o mais simples de todos, também é possível apenas fornecer um endereço onde a sua audiência possa procurar mais detalhes sobre o seu produto. Parece bobo, não é? Mas essa pode ser uma maneira de conduzir quase que imperceptivelmente o público para uma rede social ou canal que seja mais estratégico para a sua campanha de marketing.

E aí, convencido sobre o potencial do OOH para gerar consideração no mobile? Então, que tal conhecer as possibilidades que a Mobees oferece para encontrar o público certo, no local certo? As nossas telinhas inteligentes rodam a cidade e a sua marca vai com a gente!